segunda-feira, 18 de novembro de 2013

PROJETO DE LEI Nº 064/13, de autoria do Poder Executivo, dispõe sobre expedição de alvarás de funcionamento e fiscalização das embarcações, uso do cais de turismo de Paraty, e dá outras providencias.

PROJETO DE LEI Nº 064/13, de autoria do Poder Executivo, dispõe sobre expedição de alvarás de funcionamento e fiscalização das embarcações, uso do cais de turismo de Paraty, e dá outras providencias. 

Nesta quarta 13/11 aconteceu uma importante reunião com os barqueiros que atuam no turismo em Paraty. A questão de venda de passagens, utilização do Cais de Turismo, dragagem dos canais de acesso, abastecimento de combustível e divulgação dos passeios foram os temas centrais dos debates.

Representando o poder público estava o presidente da Câmara, Vereadores Picó e Sanica; O Secretário de Finanças Leônidas e o Secretário de Turismo Vladimir:

- Temos plena consciência da crítica situação em que se encontra o turismo náutico em nosso Município, esse ordenamento é fundamental para que tenhamos igualdade de tratamento para grandes e pequenas embarcações. Também precisamos entender que fazemos parte do mesmo mundo, muitos aqui já trabalharam em embarcações grandes e hoje migraram para pequenas como também existe a situação inversa, disse o Secretário de Turismo.

Foram apresentadas pelos barqueiros uma série de reivindicações visando à segunda votação do Projeto de Lei n. 064/13 que acontece na próxima segunda 18/11. Foi explicado pelo Secretário de finanças que elas seriam guardadas para uma segunda fase (regulamentação da Lei) onde então seriam discutidas e efetivadas.

- Não podemos engessar a Lei agora, seria imprudente não resguarda-la para situações futuras, disse Leônidas.

É esperado na Sessão Ordinária de segunda próxima um grande número de barqueiro e interessados na aprovação da Lei:

- É uma grande oportunidade para resolvermos este problema. O Prefeito Casé está acompanhando com atenção todos os movimentos e certamente sabe da importância de pacificar o turismo náutico, disse Vidal.

Nenhum comentário: