quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Prefeitura cria projeto sem condições e acusa Câmara de barrar saneamento


O Executivo enviou para aprovação da Câmara  um documento vago e mal explicado sobre o saneamento básico no município, terceirizando o serviço;  criando a SAAE, Superintendência Autônoma de Água e Esgoto e instituindo uma PPP,  Parceria Público-Privada, para a execução do projeto. Mas, ao invés de prestar os esclarecimentos que a Câmara solicitou, para que o documento possa ser votado, fica acusando os vereadores de impedir as obras. O vereador Vidal solicitou novamente informapões sobre o projeto. Veja documento.  

 

 

Nenhum comentário: