quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Prefeitura pagou 22 milhões à Locanty, mas não podia terceirizar limpeza urbana


Depois de pedir várias vezes à Prefeitura e à Locanty, o vereador Vidal solicitou ao Tribunal de Contas do Estado os documentos e a análise da contratação dessa empresa para a limpeza pública do município de Paraty, já que  a Lei Orgânica do Município impede que esse serviço seja terceirizado. Veja documento.

Nenhum comentário: