domingo, 21 de agosto de 2011

patrimônio ameaçado

A ilha da Pelada Grande, na baía de Paraty, protegida pela APA do Cairuçu e de uso público para o eco-turismo, corre o risco de ser ocupada por um grande hotel com 21 bangalôs, restaurante, marina, spa e área de lazer, num total de 8 mil m2, que vai privatizar a área e banir o usufruto local, além de provocar um impacto altamente negativo sobre o meio ambiente. Diante da oposição a esse projeto, por parte de moradores, comerciantes e barqueiros, o vereador Vidal requereu esclarecimentos à Prefeitura, ao Cartório de Registro de Imóveis e ao ICM-Bio, através da APA do Cairuçu, sobre o licenciamento, a regularização imobiliária e a implantação do empreendimento. O vereador também indicou ao Executivo o reconhecimento dessa ilha como área de relevante interesse público, para assegurar a proteção do ambiente natural, que abriga espécies raras e ameaçadas de extinção e o turismo sustentável, que emprega cerca de 100 pessoas no local. Veja a reportagem, os requerimentos e os documentos sobre o fato

Nenhum comentário: