quinta-feira, 19 de maio de 2011

O bairro que é mas não é

A Praia Grande é um bairro da cidade, mas não tem nada para ser um bairro. Falta iluminação pública, quadra de esportes, asfalto, saneamento básico, lixeira, creche. O ponto de ônibus fica à beira da estrada, num lugar perigoso, esperando acontecer algum acidente. O cais para a ilha do Araújo está em risco iminente. A saúde municipal tem um orçamento de 32 milhões de reais, mas o posto de saúde é um cubículo que não tem banheiro nem condições de higiene. O orçamento municipal da Educação é 25 milhões de reais, mas não há escola nessas localidades. Desde 2009, o vereador Vidal pede à Prefeitura atenção a essa comunidade e as soluções vêm a passo de tartaruga. Por isso, ele entrou com novo requerimento, reiterando esse pedido. E, se não conseguir nada, vai ao Ministério Público.

Nenhum comentário: