sábado, 21 de maio de 2011

Médico de família, só na conversa

Uma das esperanças mais douradas da população na Prefeitura reeleita era o serviço de médicos de família, para dar a ela um atendimento de saúde permanente, economizar gastos e aplicar melhor os recursos dessa área. Mas ficou tudo no lero-lero, principalmente na zona rural e na zona costeira do município. A Prefeitura até chegou a encaminhar à Câmara uma lista de médicos contratados para essa função, mas logo a retirou, alegando falhas no projeto. E, desde aí, a família paratiense não tem médico nem para se cuidar do tombo que levou com essa ilusão. O vereador Vidal apresentou requerimento ao Executivo pedindo esclarecimentos e providências sobre isso. Veja requerimento

Nenhum comentário: