terça-feira, 23 de novembro de 2010

Café Comunitário da Polícia Militar


Com o objetivo de propiciar maior interação entre a Polícia Militar, outras instituições públicas e a comunidade, tem sido realizado regularmente o café comunitário em Paraty.
Vidal tem estado presente em todos eles, reconhecendo a importância e vislumbrando os resultados desta interação.

O último foi no dia 28 de outubro no Salão de Convenções da Prefeitura Municipal de Paraty.
No citado evento, a população tem a oportunidade de endereçar seus pleitos, impressões e sugestões diretamente às autoridades públicas responsáveis, recebendo delas os esclarecimentos necessários.


Neste último café, Vidal agradeceu algumas ações que a PM tem levado para as comunidades da Zona Rural, inclusive algumas delas já estão sendo feitas na Zona Costeira após seu pedido.
Agradeceu também ao Corpo de Bombeiros pela aquisição de uma lancha para guarnecer a nossa baía, bem como pela ‘ambulancha’ da Defesa Civil.
Há um bom tempo Vidal tem feito diversos pedidos e indicações para aquisição destes equipamentos importantes de salvaguarda das vidas humanas na nossa baía e, principalmente na Zona Costeira de Paraty que são os lugares mais afastados e isolados, carentes destes tipos de apoio.

Vidal ainda relatou que vem cobrando do Governo do Estado, da Secretaria Estadual de Segurança e do Comando Geral da Polícia Militar, a aquisição de uma lancha para fiscalização nesta mesma região, pois a ausênçia deste serviço ostensivo leva os nossos jovens a cada vez mais a ingressar no uso de entorpecentes e aumentar as estatísticas desta desgraças em suas famílias.

Vidal também fez ainda outras cobranças junto ao Prefeito Zezé e seus secretários acerca da falta de fiscalização em conjunto com a PM com relação ao som alto nas vias públicas.
Foi alegado que não podiam fazer operações de fiscalização neste setor devido falta de condições para obter decibelímetros, que medem a altura do som.
Com isso, muitos jovens abusam no volume do som utilizado em seu entretenimento sem nenhuma restrição.

Outra atitude solicitada foi a questão do semáforo da Av. Roberto Silveira. É comum encontrá-lo mais tempo quebrado do que funcionando, causando diversos acidentes.

A situação dos motociclistas sem capacetes e sem habilitação também é muito preocupante. Acidentes acontecem devido à irresponsabilidade desses motociclistas.

E por fim, Vidal fez um série de cobranças ao Prefeito, buscando a solução para os animais soltos nas áreas urbanas, medidas de repressão aos infratores, cumprimento da lei de zoonoses já existente no município e criação de um pasto público.

A questão dos maus tratos aos animais é passível de discussão e a melhor elaboração de legislações e regulamentações para punir as pessoas que estariam maltratando estes animais em vias públicas, colocando em risco as vidas humanas.

Para complementar e fortalecer a discussão sobre este assunto, Dra. Benedita - Presidente da OAB - firmou também sua aprovação e preocupação.

Nenhum comentário: